the Portuguese files
Leave a Comment

maresia (beira-mar reprise)


 
 

os teus olhos são porto de abrigo
e as tuas mãos são molhos de flores,
manejos ensejos silentes desejos amores;

é o teu corpo duna fervor, devoção
e a tua boca explosão — sal e sabor
a saber e a mar que trago calado comigo;

são teus dedos velas
e o teu olhar águas profundas
profusão de estrelas
cadentes, reluzentes candeias,

cadeias tenazes capazes correntes
do ser e de ter e de tudo,
de ti e de mim orvalho mudo
descoberta prazer:

uma tão breve e demente semente,
assim história aberta e memória do dia —
esta agora apenas leve, transiente maresia.

 
 
© Nina Light CC-BY-NC-ND


imagem: Rui Sousa (roubada aqui)
 
 
 

So, what do you think? I'd love to know. Shall we start a conversation?

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s